500 Bilhões para a Biodiversidade

Multinacionais com receita de U$$ 500 bilhões se unem para promover a biodiversidade 

Dezenove empresas, incluindo grandes multinacionais, que compartilham interesses estratégicos no setor de sustentabilidade na produção de alimentos, se uniram ao Conselho Mundial de Negócios para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) a fim de promover mudanças no sistema de produção global.

500 Bilhões para a Biodiversidade

A iniciativa, batizada de “One Planet Business for Biodiversity” (OP2B), foi lançada na Cúpula de Ação Climática da ONU em Nova York.

A informação foi divulgada, em nota, pela brasileira Native, a maior exportadora mundial de açúcar orgânico, que integra o grupo.

500Bilhões para a Biodiversidade

As marcas participantes vendem produtos em mais de 120 paísese têm receita total combinada de cerca de US$ 500 bilhões.

O grupo se comprometeu a agir para “desenvolver soluções inovadoras destinadas a proteger e aprimorar a biodiversidade nos sistemas agrícolas” até 2030.

500Bilhões para a Biodiversidade

Entre as ações previstas estão a ampliação de práticas agrícolas regenerativas para proteger a saúde do solo, o desenvolvimento de portfólios de produtos para aumentar a biodiversidade cultivada e o aumento da resiliência dos modelos de alimentos e agricultura, com redução do desmatamento, aprimoramento do manejo e restauração e proteção de ecossistemas naturais de alto valor.

Fazem parte do OP2B:

Grupo Balbo (dono da Native)

Barry Callebaut

Danone

DSM

Firmenich

Google

Jacobs Douwe Egberts

Kellogg Company

Kering

Livelihoods Funds

L’Oreal, Loblaw Companies Limited

Mars

Migros Ticaret

McCain Foods

Nestlé

Symrise

Unilever

Yara.

O One Planet Business for Biodiversity (OP2B) é uma coalizão internacional intersetorial e empresarial orientada para a ação sobre biodiversidade, com foco específico na agricultura, iniciada dentro da estrutura One Planet Lab do presidente francês Macron, lançada na Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas em Nova York, em 23 de setembro de 2019.

A coalizão está determinada a promover mudanças sistêmicas transformacionais e catalisar ações para proteger e restaurar a biodiversidade cultivada e natural dentro das cadeias de valor, envolver os tomadores de decisões institucionais e financeiras e desenvolver e promover recomendações de políticas na CBD COP 15 quadro a realizar em 2020.

As ações estão focadas em três pilares:

ampliação das práticas agrícolas regenerativas; 

aumentar a biodiversidade e as dietas cultivadas por meio de portfólios de produtos;

 e eliminação do desmatamento / aprimoramento do manejo, restauração e proteção de ecossistemas naturais de alto valor.

Liderada pelo Conselho Empresarial Mundial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD) e Emmanuel Faber , Presidente e CEO da Danone e Co-Presidente do Fórum de Bens de Consumo, a coalizão atualmente é composta por dezenove empresas.

2 comentários em “500 Bilhões para a Biodiversidade

  • 31 de outubro de 2019 em 3:37 PM
    Permalink

    Es una iniciativa sumamente interesante para poder desarrollar en los países, en donde la información y la formación pasa por la educación. Me gustaría recibir información o modelos de experiencias para poder insertar dentro de proyectos privados o con el gobierno , para comenzar una conciencia nueva de agricultura, muchas gracia

    Resposta
  • 31 de outubro de 2019 em 6:34 PM
    Permalink

    Como o pequeno produtor entraria nesse esquema? Pois tenho como meta a produção orgânica de alimentos.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.